Os bebedores de chá gozam de alguma proteção contra doenças cardíacas. No entanto, de acordo com vários estudos científicos, esses benefícios são completamente eliminados se, como acontece por exemplo com a maioria da população britânica, se adiciona leite à xícara de chá.

Segundo um estudo realizado na Alemanha, e publicado no European Heart Journal, o leite modifica as atividades biológicas dos ingredientes do chá, afetando entre outros os seus possíveis efeitos anti-tumorais. 

Isto acontece porque um grupo de proteínas do leite, chamadas caseínas, interagem com os flavonoides do chá, reduzindo a concentração das benéficas catequinas e eliminando completamente o seu efeito antioxidante.

Uma análise mais recente, publicada no ano 2013 no European Journal of Nutrition, indica que a redução do poder antioxidante é de cerca de 18%, dependendo do tipo e da quantidade de leite utilizado.

E não é só o leite de vaca que prejudica a ação fisiológica dos antioxidantes. Um estudo que também pesquisou os efeitos do leite de soja, chegou à conclusão de que o mesmo também reduz significativamente a biodisponibilidade das catequinas. 

Mesmo assim, quem bebe chá – com ou sem leite – recebe sempre algum tipo de benefício antioxidante. Se realmente gosta de tomar o seu chá com leite, continue a bebê-lo dessa forma.

No entanto, se o seu objetivo for obter o máximo benefício possível para a sua saúde, o melhor é optar por chá sem leite e, já que estamos, da melhor qualidade possível. 

Um estudo que pesquisou as diferenças entre chás de saqueta e chás de folha solta descobriu que o uso de saquetas diminui entre um 5% e um 50% a concentração de antioxidantes encontrada no chá. Diferenças estas devidas, também, às diferentes qualidades dos chás de folha solta. Se quer tomar chá como meio para aumentar a sua saúde, aposte sempre pelo melhor.

A carregar...